O admirável mundo novo dos servidores de data center

Uma revolução encontra-se em curso nos data centers. Novas dinâmicas de negócio, a necessidade de respostas mais rápidas, dispositivos conectados, grandes volumes de dados e aplicações espalhadas por todas as partes. Tudo isso, e mais um pouco, tem forçado companhias a buscarem uma alternativa para otimizar e simplificar sua infraestrutura de TI.

A popularização da nuvem ajudou a mudar muito o cenário de complexidade e acessibilidade de recursos computacionais. Mas, como todos sabemos, uma boa estratégia de cloud começa dentro de casa. E é nesse front que inovações avançam sem tanto ruído ou glamour, mas com potencial gigante de disrupção.

 

Novidades de hardware e software chegam para solucionar desafios de agilidade, escalabilidade e elasticidade vivenciados pelas organizações dentro de seus data centers. Com novas abordagens, é possível otimizar operações e impulsionar uma estratégia de TI que começa no núcleo até a ponta da rede e através de multicloud – sim, o caminho inverso (da cloud para o DC) também é possível, efetivo e aconselhável.

 

É justamente aí que entra um conceito que tem chamado muita atenção e aberto um admirável mundo novo quando pensamos em servidores para data centers. Estamos falando de infraestruturas hiperconvergentes (ou HCI, na sigla em inglês).

 

A hiperconvergência é mais do que apenas uma maneira conveniente de otimizar e reduzir a complexidade a partir da integração de recursos de servidor, storage e rede em uma solução unificada, simples e escalável. Trata-se de um habilitador de negócios que está revolucionando as operações de TI corporativas.

 

Infraestruturas hiperconvergentes avançam de forma consistente nos data centers, entregando atributos que fortalecem a competitividade e controle de custos em um mundo digital.

 

Hiperconvergência cresce, e rápido

Vivemos isso de perto aqui. Há cerca de três anos nosso parceiro Cisco lançou o HyperFlex, a infraestrutura hiperconvergente baseada em Cisco UCS. Nesse curto espaço de tempo, a solução já foi alçada ao quadrante dos líderes de mercado.

 

Atualmente, o HyperFlex já está presente no data center de milhares de empresas, entregando benefícios como simplicidade, agilidade e performance (inclusive para aplicações de missão crítica como SAP e Oracle), otimização de TCO, bem como escala e integração com serviços em multicloud.

 

E a robustez do Cisco HyperFlex, somada ao momento de mercado, atrai cada vez mais entusiastas para a tecnologia. Para colocarmos isso em perspectiva, a solução apresentou um crescimento impressionante de 46,8% na receita no segundo trimestre de 2019.

 

Na América Latina, diversas companhias utilizam o Cisco HyperFlex em seus data centers. Empresas de todos os portes e setores, como educação, serviços financeiros, manufatura e varejo. Com a solução, esses clientes têm impulsionado suas estratégias digitais com uma plataforma simples, robusta e escalável.